Eddie ‘One String’ Jones

sábado, 05/01/2008

Hoje faço uma rápida atualização, com um único disco, mas prometo um post maior na próxima semana.
Eddie Jones foi descoberto na década de 60 pelo musicólogo Frederick A. Usher, em uma rua de Los Angeles. Um dia ele foi abordado por dois homens, e um deles segurava um instrumento caseiro de uma só corda, uma versão rústica de um diddley bow, que ele tocava com metade de uma garrafa de whiskey como slide, e um graveto cuidadosamente talhado como palheta. O som que ele produzia era cru e rústico, e tinha claramente uma ligação forte com as raízes africanas do instrumento. Usher correu até sua casa para pegar o seu gravador portátil, e conseguiu numa loja próxima a eletricidade necessária pra produzir o único registro que se tem desse artista. O musicólogo ainda tentou fazer com que ele fosse reconhecido na cena musical folk da época, mas o fato de Jones viver na rua dificultava as tentativas, e após esse disco ele sumiu sem deixar rastros. O disco (lançado pela primeira vez em 93 pela Gazell, e sendo relançado em 96), é composto de músicas tradicionais de blues com uma única autoral de Jones, e ainda possui faixas de um outro morador das ruas, Edward Hazelton, que apesar de possuir notório talento com a gaita, é ofuscado pelo talento inato de Eddie ‘One String’ Jones.

One String Blues (1993)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: